quinta-feira, 30 de outubro de 2014

O dedo do pé

"O dedo do pé" é o título da última história estapafúrdia sobre Vizela, escrita pelo autor José Lopes Videira.  Hoje, o livro foi  apresentado, no novo auditório da escola, pelas netas do escritor, a Inês e a Filipa. Assistiu e participou com muito interesse a turma D do 5º ano, orientado pela diretora de turma, a professora Rute Afonso.



 Através das questões colocadas quer pelos  elementos da mesa quer pela assistência, o autor revelou muito de si  como criança que já foi, como homem que não tem do que se queixar da vida, como escritor descoberto há cerca de cinco anos, quando frequentou as Novas Oportunidades na Escola Secundária de Vizela. 

Como explicou, foi a partir daí que percebeu a facilidade que tinha em escrever. Pouco tempo passou até  publicar "O colar", a sua primeira obra. Atrás dessa vieram outras, todas diferentes, mas com uma particularidade comum: Vizela. São os lugares, as ruas, as vielas, os nomes de pessoas, as árvores, os pássaros, os peixes, os costumes , enfim, a sua terra, cuja memória tenta preservar através do que escreve, ainda que se trate  de histórias extraordinárias, pitorescas, estapafúrdias, de que é exemplo "O dedo do pé". 
Por isso, os leitores dos seus livros são essencialmente vizelenses que ficam muito satisfeitos por se sentirem parte de uma comunidade revelada  pelas palavras e pela imaginação de José Lopes Videira.
Com sentido de humor, com muita experiência de vida, com várias viagens de grande distância, concilia a dedicação à família e a  dedicação à natureza com momentos de criação que trata de anotar rapidamente num pequeno bloco que traz sempre consigo.




Obrigada, Sr. José Lopes Videira. Noventa minutos passaram depressa. Os alunos acharam o livro muito divertido e já ficaram bem motivados para o próximo. Segundo o autor convidado, o seu próximo livro chamar-se-á "O dia em que roubaram a ponte velha". Será possível?

Teremos de ler para crer!
trendy.pt

Uma adolescente descobre o amor a caminho da escola, mas a família obriga-a a casar-se com um homem que ela nunca viu. O seu casamento está fortemente ligado às mudanças no país, até porque o marido é um dissidente político durante os últimos tempos do regime do Xá e acaba por ser executado às mãos do novo regime. Quando, ao fim de 32 anos, o seu primeiro amor reaparece, ela é olhada com indignação pelos três filhos, incluindo os dois que vivem no estrangeiro: deverá ela colocar os seus sentimentos em primeiro lugar ou curvar-se aos preconceitos dos filhos? Uma história pungente acerca da vida das mulheres do Irão, que começa antes da revolução de 1979 e atravessa a República Islâmica até aos nossos dias, narrada por uma só voz autêntica e isenta de interpretações ocidentais. trata-se de uma história de mulheres fortes que lutam com grande dificuldade por aquilo que querem, uma história de amizade e paixão, de opressão religiosa, mas também de amor a um país.
O livro do Destino
Parinoush Saniee

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Livros novos da nossa biblioteca

www.wook.pt

Aos olhos do mundo, Inês é a menina perfeita. Frequenta um dos melhores colégios nos arredores de Lisboa e relaciona-se com filhos de embaixadores e presidentes de grandes empresas. por detrás das aparências, a realidade é outra, é bem distinta. Inês e os seus amigos são consumidores regulares de drogas, participam em arriscados jogos sexuais e utilizam desregradamente a internet, transformando as suas vidas numa espiral marcada pelo descontrolo físico e emocional.
O Fim da Inocência
de Francisco Salgueiro

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Hakuiky - No reino das cores

Esta foi uma apresentação diferente. Hakuiky - No reino das cores é um livro bilingue. A história da Hakuiky é contada e cantada em português e em inglês. Os autores do texto, Rosa Barroso e Tiago Barros, e o autor da letra e da música da canção criada para a história, João Carvalho Fernandes, estiveram na EB Enxertos, no dia 20. Vão estar no dia 6 de novembro na EB do Monte, com os alunos da mesma escola e com as crianças do JI Campo da Vinha.
A história aborda de forma muito pedagógica e colorida o tema da interculturalidade. A canção,  Todos diferentes valemos mais, reforça a ideia de amizade universal. Tal como o texto, a letra da música está reproduzida em português e inglês.

video

Um dia normal de escola

O mês de outubro, tão especial para a biblioteca escolar, sobretudo para a nossa, pelas razões já largamente divulgadas, também se fez sentir noutras escolas do Agrupamento. O projeto "A caminho da fantasia" levou aos alunos do pré-escolar e 1º ciclo (1º e 2º anos)  a história Um dia normal de escola, de Colin McNaughton e Satoshi Kitamura, e com ela a música, aliás, referida na própria narrativa como uma estratégia de aprendizagem bastante motivadora.

video

... Mas, há uma novidade interessante, é que o primeiro "Caminho da fantasia" deste ano letivo saiu do Agrupamento para apresentar a mesma história no Agrupamento de Escolas de Infias, concretamente na EB de Infias.
Tal como desde há uns anos, o projeto desenvolve-se em parceria com a Biblioteca Municipal/Fundação Jorge Antunes.







Letra da canção criada e interpretada pela professora Sandra Pereira:

É a Música

Refrão:
É a música que nos faz sentir
toda a liberdade de poder viver
É a música com o seu ritmo e melodia
que solta as palavras com magia.

 Melodias de sucesso
são os sonhos que sonhamos
são a força e o progresso
são o ritmo que adoramos.

É o clássico, é o rock
dois estilos bem reais
e com eles nós crescemos
mesmo sem sermos iguais

(Refrão)

Semana do Halloween

Com a ajuda das Bruxas vamos comprar livros e filmes novos para a biblioteca!










Livros novos da nossa biblioteca

www.fnac.pt


segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Dia Internacional das Bibliotecas Escolares


   Hoje, Dia Internacional das Bibliotecas Escolares, foi o dia da abertura da nossa biblioteca a toda a comunidade escolar. Para que ela vos pudesse receber nas melhores condições, foi necessário que toda uma equipa, de professores a funcionários, trabalhasse ao longo de semanas. Carregou-se mobiliário, registaram-se livros e foram colocados nas estantes por ordem alfabética, fez-se a sinalética, organizaram-se e foram feitas as visitas guiadas e, por várias vezes, à chegada de novo mobiliário, foi necessário voltar a repensar a disposição do mesmo neste espaço. A equipa da biblioteca agradece a todos aqueles que, não fazendo parte dela, se disponibilizaram para nos ajudar. Valeu a pena! Apesar do espaço da biblioteca ter crescido, a afluência no dia de hoje foi tal, que não tivemos mãos a medir. Haverá alguns pequenos ajustes a fazer que só no dia a dia, convivendo neste espaço, viremos a tomar consciência deles. Vamos andando e vamos vendo; sempre a pensar em dar o nosso melhor para que o prazer da leitura possa crescer em todos aqueles que por aqui passarem. 
   O tema escolhida para este ano pela Rede das Bibliotecas Escolares é "A Tua Biblioteca Escolar. Um Mapa de Ideias". Estão AQUI os cartazes elaborados pelas escolas da rede. Espreitem.

SEJAM BEM-VINDOS!

Livros novos da nossa biblioteca

www.wook.pt

Kaloust Sarkisian completa a arquitectura de um negócio mundial do petróleo e torna-se o homem mais rico do século. Dividido entre Paris e Londres, cidades em cujas suites dos hotéis Ritz mantém em permanência uma beldade móbil, dedica-se à arte e transforma-se no maior coleccionador do seu tempo.. Mas o destino interveio. O horror da matança dos Arménios na Primeira Guerra Mundial e a hecatombe da Segunda Guerra Mundial levam o milionário arménio a procurar um novo sítio para viver: Após semanas a agonizar sobre a escolha que teria que fazer, é o filhp quem lhe apresenta a solução. Lisboa. O homem mais rico do planeta decide viver no bucólico Portugal. O país agita-se, Salazar questiona-se, o mundo do petróleo espanta-se. E a polícia portuguesa prende-o. 
Um Milionário em Lisboa
José Rodrigues dos Santos

EB da Devesinha












Fomos lá de visita e vamos lá estar, na biblioteca, todas as 2ªs de manhã, para contar histórias.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Dia das Nações Unidas


Discurso de Malala Yousafzai. ONU. 2013

Com o fim de semana à porta...


Já lá vão três anos que nos habituamos a ouvir, pela voz da professora Conceição Lima, o programa da Rádio Vizela, "A Hora da Poesia". Fica a sugestão e o convite para estar presente no seu aniversário, sábado pelas 21h no Auditório Luís Lopes.


Também sugerimos um passeio à tarde por Guimarães onde, pelas 18h no Centro Cultural Vila Flor, inaugura a Exposição "Rien" de André Cepeda.


Pedro, antes de regressar às aulas, tinha curiosidade em ver de perto como era o outono, por isso, foi passar um fim de semana à casa da floresta do tio Joaquim que era guarda florestal. Juntos fizeram um passeio pela floresta e, assim, o Pedro ficou a conhecer todas as plantas e animais que lá viviam durante essa estação do ano.
No Domingo às 11h no Auditório da Casa das Colectividades.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

EB Maria de Lourdes Sampaio de Melo



























Fomos lá de visita e vamos lá estar, na biblioteca, todas as 5ªs de manhã para fazer requisições de livros e para contar histórias.

Livros novos da nossa biblioteca

www.fnac.pt

Indiana e Amanda Jackson sempre se apoiaram uma à outra. No entanto, mãe e filha não poderiam ser mais diferentes. Indiana, uma bela terapeuta holística, valoriza a bondade e a liberdade de espírito. Há muito divorciada do pai de Amanda, resiste a comprometer-se em definitivo com qualquer um dos homens que a deseja: Alan, membro de uma família de elite de São Francisco, e Ryan, um enigmático ex-navy seal marcado pelos horrores da guerra. Enquanto a mãe vê sempre o melhor nas pessoas, Amanda sente-se fascinada pelo lado obscuro da natureza humana. Brilhante e introvertida, a jovem é uma investigadora nata, viciada em livros policiais e em Ripper, um jogo mistério online em que ela participa com outros adolescentes espalhados pelo mundo e com o avô, com quem mantém uma relação de estreita cumplicidade. Quando uma série de homicídios ocorre em São Francisco, os membros de Ripper encontram terreno para saírem das investigações virtuais, descobrindo, bem antes da polícia, a existência de uma ligação entre os crimes. No momento em que Indiana desaparece, o caso torna-se pessoal, e Amanda tudo fará para deslindar o mistério antes que seja demasiado tarde.
O Jogo de Ripper
Isabel Allende

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Livros novos da nossa biblioteca

www.fnac.pt

   Caros amigos roedores, o meu nome é Stilton, Jerónimo Stilton! Dirijo o Diário dos roedores, o jornal mais famoso da Ilha dos Ratos. Vocês conhecem-me, eu sou um senhor, ou melhor, um roedor um pouco medricas! pois mesmo assim, aconteceu-me participar num campeonato de luta...
Como dizem? A luta não é coisa para mim? Pois têm razão. A verdade é que eu não estava para participar como concorrente, mas como prémio! Mas vamos por partes...Certa manhã, estava eu muito tranquilo a trabalhar no meu escritório do Diário dos Roedores quando ouvi um estranho ruído que vinha da janela.
 - Tic! Tic! Tic!
  Voltei-me e vi um pombo a bicar no vidro. E a coisa mais incrível é que trazia uma mensagem urgente para mim e que vinha diretamente da Ilha dos Gatos! Brrrrr! Desenrolei-a muito, muito devagar, com os bigodes a tremer da miúfa...
És Comida Para Gato, Geronimo Stilton!

A escola e a família




A convite da psicóloga do Agrupamento, a professora bibliotecária da EB Caldas de Vizela participou na primeira reunião com os pais cujos filhos frequentam esta escola pela primeira vez. Houve, desta forma, oportunidade para apresentar aos encarregados de educação os serviços prestados pela biblioteca. Durante a conversa informal foi possível ainda  partilhar algumas preocupações quanto ao papel dos pais e da família no incentivo à leitura recreativa. Concluiu-se que vale a pena o investimento uma vez que um bom leitor é quase sempre um bom aluno.


Dicas para pais com filhos a frequentar os 2º e 3º ciclos como incentivos à leitura:

 Aceitar que a atitude dos filhos perante os livros varia conforme a personalidade e a etapa de desenvolvimento em que se encontram.

  Para os que revelam gosto pela leitura, encorajar a prática, proporcionando contacto com grande número de obras, recorrendo ao empréstimo gratuito na biblioteca escolar ou municipal, à aquisição de livros em feiras do livro, hipermercados, livrarias...

Sempre que possível, constituir uma biblioteca pessoal.  

Não contrariar os que se fixaram em determinados tipos de livros.

Para os que rejeitam a leitura, agir com diplomacia, procurar livros com imagens atraentes e texto breve, de acordo com os interesses revelados (desporto, ciência, automóveis, histórias que acompanham personagens de desenhos animados, rimas divertidas...).  

 Conversar em casa  sobre livros e leituras. 

 Aceitar opiniões, dialogando sem comentários que possam levar ao desencanto ou rejeição dos livros e da leitura.  


Nota: Os Serviços de Psicologia e Orientação e a Biblioteca Escolar são considerados Serviços técnico pedagógicos, ou seja, serviços  que trabalham com os alunos, professores, pais e órgãos de gestão, de modo a cumprir a missão da escola e a proporcionar o sucesso educativo.
 

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Livros da nossa biblioteca

www.coisas.com

   Maio em Ayemenem é um mês quente e abafado. Os dias são longos e húmidos. O rio estreita e corvos pretos devoram mangas reluzentes nas árvores imóveis no seu verde-pó. Bananas vermelhas amadurecem. Jacas rebentam. Vespas dissolutas zumbem indolentes no ar suculento. Depois chocam contra a limpidez das vidraças e morrem, inchadas e aturdidas pelo sol.
   As noites são límpidas, mas inundadas de ócio e de soturna expectativa.
   Porém, no princípio de Junho, a monção sudoeste irrompe e principiam três meses de vento e água, com pequenas abertas de sol brilhante que crianças excitadas aproveitam para brincar. O campo cobre-se de um verde atrevido. As fronteiras esbatem-se à medida que as sebes de tapioca ganham raiz e florescem. Muros de tijolo cobrem-se de um verde-musgo. As pimenteiras serpenteiam pelos postes de electricidade. Trepadeiras silvestres rebentam por entre as margens de laterite e galgam as estradas inundadas. Barcos bolinam nos bazares. E peixe miúdo agita-se nas poças que enchem os buracos nas estradas do departamento de Obras Públicas.
O Deus das Pequenas Coisas
Arundati Roy

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Livros novos na nossa biblioteca

www.fnac.pt

Naquela manhã de outono, as coisas não correram nada bem. Se calhar foi por causa do despertador que tocou muito mais cedo que o costume... Ou talvez porque tive que renunciar ap pequeno-almoço, ou porque fui obrigado a fazer tudo a correr...Seja como for, aquela manhã começou mesmo mal. Parecia mesmo o típico dia não...um daqueles dias em que parece que anda tudo ao contrário. Não sei se vos disse, mas eu sou um senhor, ou melhor, um roedor muito rotineiro. de manhã gosto de acordar com calma e ficar no quente, debaixo dos cobertores, a preguiçar um bocado. Gosto de me vestir com cuidado e, principalmente, de tomar um pequeno-almoço saudável antes de sair de casa. Em resumo, não sou nada madrugador, não sou o género de rato que salta da cama ao amanhecer e fica logo cheio de genica e bem esperto.
8 Horas: Na Escola de Queijo!
Geronimo Stilton

sábado, 18 de outubro de 2014

Auditório cheio

As "Curtas poéticas do amor" esta noite, encheram  de vida, pela primeira vez, o auditório da nossa escola, acolhendo pessoas, palavras e poemas. 


O livro apresentado contém 41 poesias que têm uma caraterística  comum: poucas palavras para grandes significados. Resultou do concurso com o mesmo nome, organizado, em 2013, pela Biblioteca Municipal  e a página do facebook microliteratura.
Para além de ter acontecido na EB Caldas de Vizela, o acontecimento envolveu alunos do Agrupamento em que está integrada. Lá estiveram "Os triquiteiros", outros alunos mais velhos, pais e familiares. 
 Numa escola nova, abre-se assim um ciclo de oportunidades de cultura.






Até à próxima!